Aprendiz de escritora


07/01/2006


 

Um milagre chamado Maria Luiza

 

Uma mulher com um sonho

Quatro filhos quero ter.

Filhos não poderás ter

Se um tratamento

Não vieres a fazer.

 

Dois meses se passaram

Dores terríveis sofria

O médico foi procurar

Para ver o que dizia.

 

Para sua surpresa

A gravidez tão esperada chegou

Tratamento não precisou fazer

Porque somente no seu Deus confiou.

 

Três meses de agonia

Eram cólicas noite e dia.

Mas confiava no bom Deus

Que seu filho ela teria.

 

Só com cinco meses veio a noticia

Que uma menina seria

Sua alegria foi imensa

Seu nome será Maria Luiza.

 

Tantos sonhos

Tantos planos.

O quarto todo enfeitou

Até ginástica de grávida ela fez

Pois o parto natural almejou.

 

Mas as coisas nem sempre acontecem

Do jeitinho que planejamos

Pois pra tudo na vida

Deus tem Seu próprio plano.

 

Num domingo de novembro

Numa subida de pressão

Mãe e filha corriam risco

Cesariana foi feita então.

 

Maria Luiza nasceu

Para honra e glória de Jesus!

Pedimos a Ele que nos ajude

A cria-la em sua luz.

 

Escrito por Dina às 16h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

06/01/2006


Deus é real!

 

Em tudo que vejo

Em tudo que sinto

Uma coisa tenho certeza

Deus é real!

 

É a razão da minha vida

E a luz que me ilumina

Seu Espírito me vivifica

Seu amor me anima

Sem ele não sei viver.

 

É real no ar que respiro

Na criança quando dormindo

No sorriso de um amigo

Por tudo isso digo:

Deus é real!

 

Não há porque duvidar.

Não há como ignorar.

Não importa onde você esta

Em tudo que olhar

Você concluirá

Que Deus é real!

 

Dina 06/01/2006

Escrito por Dina às 21h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

Medo

 

Sempre tive medo

Medo de caminhar

Medo de tropeçar

Medo de não alcançar.

 

Medo de amar

Medo de me frustrar

Medo de rejeitar

E de ser rejeitada.

 

Medo de sofrer

Medo de não ter

Medo de não ser

Aquilo que os outros querem que eu seja.

 

Mas para que tanto medo

Se o verdadeiro amor o lança fora?

E como vencer tal sentimento

Que me impregna

Que me alucina

Que me faz menina

E me impede de crescer?

 

Não tenho respostas nesse momento

Para tais questionamentos.

Mas nunca deixei,

Nem nunca deixarei,

Que tais sentimentos me paralisem.

Que me impeçam de tentar, de lutar, de vencer!

 

 

 

Dina 06/01/2006

 

Escrito por Dina às 12h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

04/01/2006


Um grande amor

 

Eu quero achar um grande amor!

Mas como achar o que nunca perdi?

Como encontrar aquilo que nunca foi meu?

Eu queria ter um grande amor

Um amor que só com o olhar

Transmitisse admiração, carinho, desejo...

Desejo de estar comigo

Como se isso  fosse o mais importante.

 

Sim eu quero um grande amor,

Mas não somente para ter

Mas para ser

O complemento da minha alma

Alguém que eu complete

Não só como fêmea

Mas como gêmea

Como a parte que faltava.

 

Ah eu quero um grande amor!

Sei que hei de encontra-lo.

Não que o tenha perdido,

Mas como um garimpeiro acha o ouro

Meu amor está escondido.

Quando encontra-lo

Anunciarei a todos:

Achei meu tesouro

Encontrei meu esposo!

 

Dina 03/01/2006

Escrito por Dina às 21h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

Dentro de mim

 

Não sou uma ilha

Mas me sinto na ilha

Cercada por águas

Escondida entre as árvores.

 

Lá estou eu, tão só!

“Queres sair da ilha?”

Ouço a voz dentro de mim.

“Sim quero”

Mas não sei o caminho,

Tenho medo que o destino

Me reserve sofrimento.

 

Não há como evitar.

A saída é difícil

O sofrimento é inevitável

Mas de todo,

Não é durável

Um dia vai acabar!

 

O dia em que souber o caminho

Que leva se desprender do passado

Desatar o embaraço

Que me impede de fugir.

 

Fugir talvez seja a saída

Mas nem sempre na vida

As coisas se resolvem assim.

 

Tenho que encontrar caminhos

Ainda não percorridos

Que apontem a saída

De dentro de mim.

 

Dina 03/01/20

 

Escrito por Dina às 21h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

Ao meu amigo

 

Eu não o vi

Ele não me viu

Estava sempre lá

Com seu jeito singular

Amigo prestativo

Sujeito querido

Que me fez reportar

A minha idéia costumeira

De ser sua companheira

Não só nas tarefas rotineiras

Mas também no jeito de amar

 

Infelizmente eu não o vi a tempo

De perceber o momento

De seu coração conquistar

 

Agora é tarde

Ele perdeu a vontade

E eu a coragem

De por ele me apaixonar.

 

Dina 03/01/2006

Escrito por Dina às 21h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

Como uma ilha

 

Estou cercada

Me sinto só

Mas o silêncio não me perturba

Pelo contrario, me ajuda

Ele me faz pensar.

Pensar em tudo que vivi

Em tudo que sonhei

Aquilo que não realizei

Nem realizarei

Mas toda hora é hora

De mudar o agora

Para formar um novo futuro

Traçar um novo rumo

Começar outra vez!

 

Dina 03/01/2006

Escrito por Dina às 21h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

O Natal de Jesus

 

Jesus veio ao mundo

A todos nós ensinar

Que o dom mais precioso que existe

É ao Senhor e ao próximo amar!

 

Neste dia vinte e cinco

Vamos com os nossos nos reunir

Para todos juntos numa só voz aplaudir

Aquele que criador do mundo

A todos quantos ele ouvir,

Tão grande amor quer distribuir.

 

Não deixe neste dia de festa

Seu aniversariante ficar de fora

Para ser teu Salvador e Senhor

Convide Jesus agora!

 

Dina 23/12/2005

Escrito por Dina às 21h33
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, BRASILIA, Mulher, de 26 a 35 anos
MSN -